22.2.10

BD 163



Para ver o blog do meu autor, clique aqui.

9 comments:

Constança Lucas said...

auauauauauauauauaua
auauauauaua

auauaua

auauauauauauau
auauauauaua

eu ajudo-te a fazer barulho
caninos unidos jamais seremos vencidos!!!!!

Anonymous said...

auauauauauauauauaua
auauauauaua

auauaua

auauauauauauau
auauauauaua

eu ajudo-te a fazer barulho
caninos unidos jamais seremos vencidos!!!!!

Náná

Conceição said...

Ah, pois há, VD!
Só te safas se fores "a voz do dono" :0(
xxx

Thor said...

Somos pobres cães incompreendidos!
Força,VD!

Thor

LisbonGirl said...

Béubéubéubéubéubéubéu!Au!au!au!au!au!au!Auuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!

;))

Ah! É tão libertador!:))

'...ladrar até que a voz nos doa...'

Emmy said...

Vá, dou uma ajuda: Auf!Auf! AUUUUUUUUU!!!!!!!!!!!

Música para uns, ruído para outros! Mas não é também disto que trata a democracia?

Van, junto-me a ti na revolta! Um cão já não pode expressar-se livremente?????

Sandra Duarte said...

As canídeas lá de casa (especialmente a Becas) concordam contigo. Adoram estar na "converseta" com outros dois da sua espécie! Os vizinhos é que não acham muita piada. :)

Grey´s said...

Quem me dera poder " ladrar " à vontade como tu Van! Seria muito libertador ...
Abaixo a opressão!!!

Zig said...

Sem dúvida! Já não deixam falar, não, sorry, ladrar ninguém...;)